Andressa Urach explica por que perdeu a guarda do filho e diz se paga pensão

Picture of Quem Online

Quem Online

Andressa Urach respondeu dúvidas de seguidores sobre sua relação com Leon — Foto: Reprodução/Instagram

Andressa Urach explica por que perdeu a guarda do filho e diz se paga pensão

Influenciadora também confessou que sente falta de conviver com Leon diariamente

Compartilhe:

Andressa Urach abriu seu coração e falou como é sua relação com Leon, seu filho caçula. A influenciadora, de 36 anos, não possui a guarda do menino, que pertence ao pai, Thiago Lopes. Ao abrir uma caixinha de perguntas no Instagram, a eterna vice Miss Bumbum foi questionada se paga pensão alimentícia para o filho.

A influenciadora respondeu: “Sim, eu pago pensão para o Leonzinho com muito prazer. Eu acho que tem que pagar, até porque criança não é fácil, o custo de vida da criança é alto. Então, com muito amor, eu faço [o pagamento], sim”.

Assim que se separaram, Andressa tentou na Justiça ficar com a guarda do filho, mas Thiago, que também queria a guarda, conseguiu vencer esse embate. “Eu queria ter o Leon, minha mãe cuidaria dele para mim como cuidou do Arthur [filho mais velho de Andressa] a vida inteira. Preciso trabalhar, então tem que ter alguém de confiança para cuidar. Mas o juiz decidiu que ficaria com o Thiago, eu tenho que respeitar isso”, comentou.

A ex-Fazenda explicou por que perdeu a guarda de Leon: “Foi pela questão do diagnóstico da bipolaridade que eu tenho. Ele é um excelente pai, então durmo tranquila sabendo que ele está sendo bem cuidado. Quem cuida dele é minha ex-sogra junto com o Thiago. Ela vive para o Leon. Vejo o Leon todo final de semana, então tenho certeza que ele não vai não me considerar como mãe, até porque eu o amo demais e o vejo sempre”.

Por fim, Andressa confessou que sente muita falta de conviver diariamente com Leon. “Sinto muita saudade dele, até porque faz pouco que eu me separei do Thiago, foi em fevereiro, não fez um ano ainda. No início, eu chorava bastante, mas com o tempo a gente vai entendendo que tem coisas que a gente não pode mudar, que as coisas são como elas têm que ser. Paciência. Ele mora no interior, eu moro na cidade grande. Tenho que trabalhar e correr atrás até porque eu pago pensão”, concluiu.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp