| Alta Floresta | PMDB deixa presidente atual fora da disputa pela presidência da Câmara

| alta floresta | pmdb deixa presidente atual fora da disputa pela presidência da câmara



A corrida rumo a eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Alta Floresta, biênio 2017/2018, segue a todo vapor. Duas chapas foram anunciadas.
O atual presidente da casa de leis Eloi Crestani (PMDB), cotado para reeleição ficou de fora e não esconde seu descontentamento. “Eu havia demonstrado minha vontade de ir para a reeleição e mesmo sem ter havido reunião com os vereadores e demais lideranças do PMDB, para discutirmos, fui surpreendido pelo anúncio da candidatura do vereador Emerson Machado [PMDB]. Enfim, não vou para a reeleição porque não houve uma discussão de consenso dentro do partido”, desabafa.
Emerson Machado, que já foi presidente da casa, apresentou a composição da chapa que tem como vice, o vereador Charles Miranda (PSD), 1º secretário-vereador Marcos Menin ( DEM) e 2º secretário–Vereador Mendonça (PSC).
O pemedebista ainda garantiu que tem o apoio dos vereadores Luiz Carlos Queiróz (PMDB), Cidão (PMDB), Tuti (PSDB) e Cida Sicuto (PSDB).
Quem articula o outrogrupoé o vereador e também ex-presidente da Câmara, Dida Pires (PPS). Até o momento, Dida está em desvantagem e conta apenas com os vereadores Elisa Gomes (PDT), Demilson Siqueira (PSDB) e Mequiel Zacarias (PT). O parlamentar garante que mesmo que disparidade vai para a disputa. “Mesmo em desvantagem, defenderemos as nossas propostas e posicionamentos. Além de ser democrático, é importante para o poder legislativo que haja alternativa para que os vereadores possam escolher, afinal, com mais opção os vereadores poderão refletir e mudar o voto, até na última hora”, comenta.