ALMT terá posto de atendimento para regularização de títulos de eleitores

Serviço será oferecido em parceria com o TRE, no saguão do Teatro Zulmira Canavarros, entre os dias 15 de abril e 6 de maio.

Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT



De abril a maio deste ano, eleitores poderão regularizar seus títulos junto à Justiça Eleitoral no posto de atendimento que será montado no saguão do Teatro Zulmira Canavarros da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), no Centro Político Administrativo. Para isso, foi renovada a parceria entre a ALMT e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), nesta terça-feira (18), na Presidência da ALMT, para facilitar e agilizar o atendimento, nos mesmos moldes realizados em 2018, quando mais de 11 mil pessoas efetivaram o cadastro biométrico através dessa parceria.

“Temos um volume muito alto de títulos cancelados no estado, principalmente em Cuiabá e Várzea Grande. A corregedoria está buscando essa regularização e fazendo esses convênios com órgãos públicos também para conseguir regularizar o máximo de títulos até as eleições municipais, já que para a eleição suplementar não dará mais tempo”, disse o juiz auxiliar da Corregedoria do TRE, Jurandir Florência de Castilho Junior, durante a reunião com o presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), e o secretário de Gestão de Pessoas, Elias Santos.

Conforme o Termo de Cooperação, a ALMT vai disponibilizar 40 servidores para o mutirão que deverá funcionar de 15 de abril a 6 de maio, para atender boa parte dos 122 mil eleitores de Cuiabá que tiveram seus títulos cancelados e mais aproximadamente 50 mil pessoas na mesma situação e moradores de Várzea Grande. “Nossa meta é a de regularizar o máximo de títulos possíveis”, afirmou o juiz.

“A Assembleia vai ceder os servidores e toda estrutura necessária, como a rede de internet. Essa parceria é uma determinação do presidente Botelho para atender a demanda do TRE, que é muito grande”, informou o secretário de Gestão de Pessoas, Elias Santos.

Além da regularização de títulos de eleitores, Botelho ressaltou outras parcerias com o TRE, que estão em andamento. “Estamos retomando essa ação aqui dentro da Assembleia. Também temos outras propostas, como a transmissão das sessões do TRE pela TV Assembleia e a elaboração de um aplicativo para a participação da população nos projetos de lei”, explicou Botelho, ao destacar que um posto permanente do TRE também poderá ser efetivado. O aplicativo de celular Soberania Popular visa à coleta de assinaturas de eleitores para projetos de lei de iniciativa popular. Também já está adiantada a proposta para a instalação de um posto de atendimento do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) nas dependências da ALMT.