Água Boa comemora 44 anos com repasses e investimentos em obras de infraestrutura

Neste ano, o Governo do Estado já repassou 9,042 milhões em ICMS, IPVA e Fethab. Município será um dos beneficiados com duas pontes de concreto sobre os rios das Mortes e Água Suja, num total de R$ 56 milhões em investimentos.

Foto por: Prefeitura Municipal de Água Boa - Divino José

Fundado um ano antes da divisão de Mato Grosso, durante a abertura da BR 158, rodovia que corta o Leste de Mato Grosso, o município de Água Boa comemora nesta quinta-feira, 9 de julho, seu 44º  aniversário, com obras de infraestrutura e repasses estaduais.

Até maio deste ano, o Governo do Estado repassou aos cofres municipais R$ 9,042 milhões em ICMS, IPVA e Fethab, além de R$ 2,749 milhões em Assistência Social, Transporte Escolar e Saúde entre 2019 e 2020.

Recentemente, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), assinou convênio com a prefeitura para a conservação e manutenção da rodovia não pavimentada MT-240, com extensão de 52,9 quilômetros.

O município também será um dos beneficiados com as obras das pontes de concreto sobre os rios das Mortes e Água Suja, na rodovia MT-326, nos municípios de Cocalinho e Nova Nazaré, respectivamente. A ponte sobre o rio das Mortes terá 400 metros de extensão, enquanto a de Água Suja, 60,55 metros. No total, serão investidos R$ 56 milhões.

Economia

Com população estimada em 25.721 habitantes, a economia de Água Boa é baseada principalmente no setor de serviços e na agropecuária, responsáveis por compor 74% de do Produto Interno Bruto municipal, avaliado pelo IBGE em 2017 em R$ 985,3 milhões.

Riqueza, boa parte resultante, segundo dados do IBGE de 2018, do rebanho bovino, formado por 320.249 cabeças; da produção de soja, de 528 mil toneladas, avaliadas em R$ 552,19 milhões; e 125,1 mil toneladas de milho (R$ 48,29 milhões).

Outro setor a contribuir para a composição do PIB água-boense é o abate de bovino. O município conta com uma unidade da JBS. (No final de junho, a empresa doou ao Fundo Municipal de Saúde de Água Boa uma série de equipamentos contra a pandemia do coronavírus).

Boa parte desta produção é transportada  por mais 2,7 mil veículos (entre caminhões, caminhões trator, reboques, semirreboques, caminhonetas e utilitários) de uma frota de 16,63 mil registrada pelo IBGE em 2018.

Curiosidade

Segundo site do IBGE, o nome da cidade surgiu do repasse de um apelido. Dono de um rancho às margens da BR-158 em abertura, “seo” Manoel canalizou um córrego para uso doméstico e criação galinhas, porcos e gado.

Com tempo, passou a oferecer hospedagem aos viajantes e a ser chamado de Mané da Água Boa, em referência à boa qualidade da água a todos oferecida. Com a expansão de seus negócios, o local passou a ser referência e conhecido regionalmente. E o Água Boa se manteve.