Agentes de combate às endemias participam das discussões do PlanificaSus

Foto: Wheverton Barros

Desde o mês de junho a Prefeitura de Rondonópolis tem trabalho na modernização da gestão do serviço público de saúde seguindo as diretrizes do programa PlanificaSUS do governo federal. Essa semana foi a vez dos agentes de combate às endemias conhecerem o projeto para participar dos workshops que são realizados mensalmente pela Secretaria Municipal de Saúde.

Cerca de 300 agentes trabalham atualmente no município fazendo, dentre outras funções, a vistoria de residências, terrenos, estabelecimentos comerciais e aplicação de inseticidas para o controle e diminuição dos casos de doenças endêmicas, como a dengue, leishmaniose, sarampo e febre amarela.

Neste encontro os profissionais estão aperfeiçoando seus conhecimentos por meio de vídeos, leitura de textos e discussão de casos sobre a vigilância em saúde e também sobre os processos do trabalho em rede no setor da saúde pública.

A gerente do departamento de Atenção de Saúde do município, Kellen Cristina Paiva, explicou que o PlanificaSUS propõe uma mudança de visão do processo de trabalho dentro e fora das unidades de saúde visando oferecer de serviço com mais qualidade para a população com foco na eficiência dos recursos financeiros e humanos da rede.

“Os workshops estão envolvendo desde os profissionais da atenção primária que atuam juntos aos PSFs até da rede especializada, por exemplo do Centro de Especialidades Apoio e Diagnósticos Albert Sabin (Ceadas). Estamos buscando uma mudança de conduta, trabalhando com extratificação de risco para atender primeiro quem mais precisa para termos mais resolutividade”, explicou Kellen Paiva.

Com o envolvimento dos agentes de combate às endemias agora todos os profissionais da atenção primária à especializada do município estão inseridos nas discussões do PlanificaSUS.