Agências Fazendárias reabrem cumprindo protocolos sanitários

Agências Fazendárias reabrem cumprindo protocolos sanitários

A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz-MT) realizou adequações de segurança sanitária nas agências fazendárias das seis gerências regionais para atender os cidadãos da melhor forma e evitar contágios pelo coronavírus. No final do mês passado as Agenfas retomaram as atividades presenciais mediante ao agendamento prévio. Esse procedimento é feito pelo site da Sefaz.

Para o retorno dos atendimentos presenciais nas Agenfas, além dos cuidados já realizados ao longo do ano, foram instaladas placas de acrílico nos principais balcões de atendimentos ao público.

Além das placas de acrílicos separando os atendentes dos contribuintes, a Coordenadoria de Saúde no Trabalho e Qualidade de Vida (CSQV) disponibiliza com frequência álcool em gel 70%, máscaras triplas em tecido e faixas que limitam o distanciamento do atendimento.

Na Regional Metropolitana estão em funcionamento as Agenfas de Cuiabá, Várzea Grande e Nobres. No caso da Agenfa em Várzea Grande, que funciona no Ganha Tempo localizado no Shopping de Várzea Grande, foram feitas as adequações nos guichês 18, 19, 20 e 21.

Na regional Norte os municípios de Alta Floresta, Colíder, Juara, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Sinop e Sorriso; na regional Sul Alto Garças, Campo Verde, Jaciara, Primavera do Leste e Rondonópolis, e na regional Leste Água Boa, Barra do Garças, Confresa e Querência.

As Agenfas que fazem parte da regional Noroeste, Arenápolis, Diamantino, Sapezal e Tangará da Serra também foram reabertas, e nas de Juína e Barra do Bugres a previsão de reabertura é 19 de julho.

Na regional Oeste foi reaberta a Agenfa de Mirassol D’oeste; as agências de Cáceres e de Pontes Lacerda aguardam a previsão de reabertura até 16 de julho.

Agenfas estão atendendo somente com agendamento prévio – Foto por: Silvana Pompeu

Cumprindo protocolo

A iniciativa faz parte do “Protocolo para a prevenção da disseminação e contágio da Covid-19”, estabelecido pela Secretaria Adjunta de Administração Fazendária (SAAF), levando em consideração as orientações do Governo do Estado. O objetivo do protocolo é garantir a segurança dos servidores e contribuintes, com a manutenção dos serviços oferecidos pela instituição.

Noticias Relacionadas