Afinal, qual a relação entre sorriso e autoestima?

 Luciano Martins

Luciano Martins

Afinal, qual a relação entre sorriso e autoestima?

Autoestima pode ser traduzida como a imagem que cada um tem de si e, por isso, pode afetar o seu bem-estar. Apesar de muita gente desconhecer essa correlação, ter um sorriso bonito e saudável é essencial para compor a figura de um indivíduo e causar uma boa aparência.

As relações entre as pessoas, sejam elas, sociais, familiares ou profissionais, exigem conversas e apresentações. Logo, a expressão facial chama muito a atenção. Quando você se olha e se sente bem, se sente bonito, isso contagia não somente você, mas todos ao seu redor, proporcionando, consequentemente, maior liberdade de expressão e mais entusiasmo. Além disso, um sorriso bonito deixa qualquer pessoa mais apresentável, não é mesmo?

 O contrário também é verdadeiro. Se a pessoa não se sente feliz com seu sorriso ou está insatisfeita, seja porque seus dentes estão danificados, muito amarelados ou faltando, por exemplo, isso pode gerar uma certa insegurança. A imagem que ela vai transmitir a outra pessoa pode ficar comprometida ou remeter ao desleixo.

O poder de um sorriso bonito vai além da beleza estética. Ele proporciona a segurança necessária para expressar as emoções, sorrir de verdade, sem dar “meio sorriso”. Sorrir para alguém gera gentileza. Isso é gratificante e eleva a confiança e a auto estima.

Para alcançar um sorriso saudável e bonito, é importante ter alguns cuidados e realizar os procedimentos recomendados por um profissional.

Quais são os cuidados indispensáveis para um sorriso bonito?

Desenvolva uma rotina de cuidado com os dentes. Escovar os dentes pela manhã, após as refeições e antes de dormir pode parecer uma tarefa chata, mas é indispensável para alcançar a beleza de um sorriso no dia a dia. opte sempre por utilizar escovas de cerdas macias e fio dental para uma limpeza mais eficaz. Utilize ainda o creme dental indicado por seu dentista e, se for recomendado, use também antissépticos bucais.

Alimente-se bem. Ter uma alimentação equilibrada, rica em nutrientes, grãos, leguminosas, sementes, frutas e folhas é bom não somente para o organismo, mas também para a saúde dos dentes.

Isso porque o consumo excessivo de alimentos processados ou ricos em açúcares, por exemplo, pode contribuir para a corrosão dentária, para a sensibilidade e para o surgimento de cáries. Por esse motivo, procure um nutricionista e planeje uma dieta balanceada para o dia a dia.

Frequente periodicamente um consultório odontológico para realizar limpezas profissionais e praticar uma odontologia preventiva, identificando antecipadamente quais são os procedimentos necessários para a correção do seu sorriso.

Busque conhecer sobre os procedimentos existentes, sejam eles estéticos ou não, e tire todas as suas dúvidas com o dentista. Tratamento de canal, clareamento, facetas, implantes, são alguns exemplos. Lembre-se de que é o profissional quem indica o que deve ser feito, quais tratamentos precisam ser realizados e quais são os outros cuidados especiais necessários ao longo de uma rotina.

É válido ressaltar que hábitos e ações prejudiciais ao sorriso devem ser deixados de lado, como o tabagismo, o alcoolismo, a higienização incorreta e o consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras, corantes e açúcares.

Lembre-se, a harmonia do sorriso eleva o nível de percepção de valor, traz uma mensagem de autocuidado e amor. Isso repercute em todas as esferas da vida.

Todo dia é dia de se cuidar e de estar bem.

Dr. Luciano Martins é especialista em implantodontia e periodontia na Personalle Odontologia, em Cuiabá (MT), e membro da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética (SBOE)

+ Acessados

Veja Também