Aeroporto Marechal Rondon: Secretário garante internacionalização completa até o fim do mês

O processo de internacionalização do aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande – região metropolitana de Cuiabá -, será finalizado até o fim deste mês. A garantia foi dada nesta terça-feira, 4, pelo secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, durante audiência pública na Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados.

O senador Wellington Fagundes (PL/MT), presidente da Frente Parlamentar de Logística e Infraestrutura (Frenlogi), participou do encontro, proposto pelo deputado José Medeiros (PODEMOS-MT), e afirmou que esta é uma grande expectativa da população mato-grossense.

“Temos certeza de que a tão sonhada internacionalização do aeroporto Marechal Rondon acontece ainda neste ano. O processo é fundamental para que a população do Estado tenha maior independência para viajar a diversos continentes, como a Europa e a América do Norte, e para que Cuiabá e Várzea Grande sejam um hub de referência no mundo”, comemorou Fagundes.

Nesta terça-feira, 03, o senador anunciou a publicação, no Diário Oficial da União, de uma resolução da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias que altera as medidas para abrigar os órgãos federais necessários para as operações de vôos internacionais.

Com essas novas normas, o Aeroporto Marechal Rondon se enquadrará nas exigências para receber a Polícia Federal, Anvisa, Ministério da Agricultura e Receita Federal, permitindo a operação de vôos internacionais.

“Quero destacar que este é o resultado de uma articulação encabeçada pela nossa bancada, em especial os deputados José Medeiros e Dr. Leonardo (SDD-MT)”, congratulou o senador.

MAIS INVESTIMENTOS – O secretário nacional de Aviação Civil anunciou ainda que outros terminais de Mato Grosso terão investimentos vultosos. Barra do Garças receberá R$ 37 milhões, em um convênio que será assinado no próximo dia 20. Já Tangará da Serra receberá R$ 9,5 milhões e Cáceres R$ 9 milhões, assim que os projetos junto à prefeitura forem aprovados.

Além disso, os terminais de Matupá, São Félix do Araguaia e Juína contarão com recursos que somam R$ 30 milhões. “Cada cidade tem seu momento próprio, mas todas elas receberão valores semelhantes. Aprovaremos esses projetos, assim como estamos fazendo com Barra do Garças”, explicou Glanzmann.