Aeroporto de Cuiabá bate a meta de desempenho na Pesquisa de Satisfação do Passageiro do Governo Federal

Aeroporto de Cuiabá bate a meta de desempenho na Pesquisa de Satisfação do Passageiro do Governo Federal
Divulgação/Infraero

O Aeroporto Internacional de Cuiabá/Marechal Rondon-Várzea Grande (MT) alcançou a nota de 4,35 pontos e superou a meta do Governo Federal na Pesquisa de Satisfação do Passageiro e Desempenho Aeroportuário do primeiro trimestre de 2019, realizada pela Secretaria de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura e divulgada nesta quarta-feira (24). Clique aqui para acessar a pesquisa completa.

O terminal foi avaliado na categoria até 5 milhões de passageiros por ano e também ficou acima da média entre seus concorrentes (4,34).  Isso representa um crescimento de 4,8% em relação ao mesmo período de 2018. A avaliação considerou 32 indicadores, sendo 31 de processos aeroportuários e um de satisfação geral.

O Marechal Rondon alcançou meta positiva em 75% dos indicadores pesquisados. Nos quesitos tempo de fila na inspeção de segurança e cordialidade e prestatividade dos funcionários do check-in, o aeroporto alcançou as pontuações de 4,72 e 4,70, respectivamente.

Outros indicadores de destaque foram a qualidade da informação nos painéis das esteiras de restituição de bagagem (4,62); tempo de fila no check-in – autoatendimento (4,60); cordialidade e prestatividade dos funcionários da inspeção de segurança (4,58); e limpeza geral do aeroporto, tempo de fila de check-in (balcão) e velocidade de restituição de bagagem com 4,54 cada.

Acima da média geral da sua categoria, o Aeroporto de Cuiabá obteve ênfase em: qualidade da informação prestada pela cia aérea (4,51); facilidade de desembarque no meio-fio (4,42); confiabilidade da inspeção de segurança (4,42); conforto térmico do aeroporto (4,42); disponibilidade de assentos na sala de embarque (4,38); e integridade da bagagem (4,36).

Para a presidente da Infraero, Martha Seillier, a pesquisa, além de ajudar a conhecer melhor a percepção do passageiro, estimulou uma competição saudável entre os aeroportos na busca por melhores resultados.

“Ela tem fomentado uma concorrência por melhores resultados, o que é muito bom para todos, para a Rede Infraero e para os nossos usuários. A gente brinca que é o Oscar da aviação civil e todo mundo quer ganhar esse prêmio”, disse.

O superintendente do Aeroporto de Cuiabá, Laelson Augusto do Nascimento, destacou que o complexo aeroportuário tem trabalhando constantemente para melhorar os indicadores e oferecer a melhor infraestrutura e qualidade de serviços para os usuários do terminal cuiabano.

“Cada meta alcançada e superada faz parte do empenho contínuo da nossa equipe para proporcionar conforto, cordialidade e, acima de tudo, uma ótima infraestrutura para os nossos passageiros”, afirmou.

Já o secretário de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, destacou que o desempenho dos aeroportos da Infraero é sinal de resultado das diretrizes de gestão para o setor aeroportuário. “Conseguimos, enquanto promotores de política pública, atingir nossa meta, com a avaliação média do passageiro acima da nota 4,0, em relação aos aeroportos pesquisados”, avaliou.

Destaque em pontualidade

O Aeroporto Internacional de Cuiabá/Marechal Rondon – Várzea Grande (MT) foi o terminal brasileiro mais pontual da América Latina em março, segundo o ranking da FlightStats, uma das principais provedoras mundiais de serviços de dados para o setor de viagens e turismo.

No terceiro mês do ano, o terminal ficou em segundo na categoria aeroportos regionais e em terceiro na categoria geral do ranking de 48 aeroportos. Dos 1.138 voos do mês, o terminal atingiu pontualidade em 91,27%.

Com capacidade para atender 5,6 milhões de passageiros ao ano, o terminal recebeu 3,03 milhões de viajantes em 2018, 5% a mais em relação à 2017, quando foram contabilizados 2,9 milhões.

Atualmente, operam no terminal as companhias aéreas Avianca, Azul, Gol, Latam e Asta, que ligam a cidade a destinos como Brasília (DF); Goiânia (GO); Rio de Janeiro (RJ); Vilhena, Jí-Parana e Porto Velho (RO); Belém (PA); Rondonópolis, Tangará da Serra, Juína, Juara, Sorriso e Alta Floresta (MT); Guarulhos, Congonhas, Campinas e São José do Rio Preto (SP).