Adultos suspeitos de envolvimento em morte de professor são soltos em MT; adolescentes seguem apreendidos

Picture of G1 MT

G1 MT

Celso Odinir, desapareceu na sexta (3) após sair de casa — Foto: Reprodução

Adultos suspeitos de envolvimento em morte de professor são soltos em MT; adolescentes seguem apreendidos

O corpo do professor foi encontrado na última sexta-feira (10). Segundo a polícia, mesmo sendo liberados, os dois jovens seguirão sendo investigados.

Compartilhe:

Dois adultos, de 18 e 20 anos, presos suspeitos de participação na morte do professor Celso Odinir, de 60 anos, foram soltos na última sexta-feira (10), no mesmo dia da prisão, em Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, a dupla foi liberada por falta de flagrantes.

Junto com os jovens, outros dois adolescentes suspeitos de envolvimento no caso também foram apreendidos, no entanto, os menores seguem detidos por ato infracional correspondente aos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Ainda de acordo com a polícia, mesmo após a soltura, os dois suspeitos seguirão sendo investigados por meio de um inquérito instaurado pela Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da capital.

Relembre o caso

Celso Odinir, de 60 anos, desapareceu após sair de casa para ir a chácara dele, em Santo Antônio do Leverger, a 379 km da capital, no dia 3 de maio.

No dia 7 de maio, o carro dele foi encontrado abandonado na região do Coxipó, em Cuiabá. Uma prova escolar e cartões de crédito com o nome do professor também foram encontradas jogados em uma rua, no Bairro Jardim Imperial, na capital, ainda conforme a polícia.

O corpo de Celso foi encontrado na última sexta-feira (10), próximo ao Rio Cuiabá. A informação foi confirmada pela Polícia Civil.

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp