Adolescentes que cumprem medida socioeducativa realizam obras em unidades do Estado

Foto por: Assessoria/Sesp-MT

Três Centros de Atendimento Socioeducativo (Cases) do Estado iniciaram obras de manutenção nas unidades. Os municípios contemplados são Cuiabá, Rondonópolis e Lucas do Rio Verde, com serviços de pinturas dos quartos, grades, teto e calçamento. A mão de obra utilizada é dos adolescentes que cumprem medida socioeducativa, sob a supervisão de um profissional da área.

Na capital, receberão pintura 11 dos 38 quartos e a meta é utilizar os insumos na maior quantidade possível do espaço. As latas de tintas e os materiais utilizados nas obras foram doados por um grupo da Igreja Católica, que realiza trabalho na unidade junto aos adolescentes.

“Esta atividade ajuda na profissionalização dos adolescentes, além de trazer um ambiente mais agradável. Cerca de seis adolescentes estão atuando na pintura e esta benfeitoria constará na ficha de cada um”, frisou o diretor Urias Avelino Dantas.

Mato Grosso conta com sete Cases, para públicos feminino e masculino, sendo duas em Cuiabá, e as demais em Cáceres, Rondonópolis, Sinop, Barra do Garças e Lucas do Rio Verde. Atualmente, 91 adolescentes cumprem medidas socioeducativas.

Já em Rondonópolis, as manutenções foram realizadas nas calçadas que dão acesso à área administrativa da unidade. “Os adolescentes realizaram o calçamento e pinturas das salas de atendimento. Nossa meta é ampliar o serviço para as alas. Nossa unidade também conseguiu um banco de assento, que ficará disponível paras as famílias que aguardam atendimento”, ressaltou o diretor do Case, Robson Machado da Silva.

Em Lucas do Rio Verde (335 km ao Norte de Cuiabá), cada adolescente vai pintar o quarto em que dorme. A obra, inicialmente, vai contemplar o bloco 1, que conta com oito quartos. Além das paredes, as pinturas serão realizadas também no teto, grades e piso.

“Estas obras vão proporcionar um ambiente mais limpo. O importante também é que estamos inserindo os adolescentes nestas atividades”, enfatizou a diretora do Case de Lucas do Rio Verde, Natielle Taís Santana Alves Kunh.