Adolescente de 17 anos rouba moto de idoso, passa mal em fuga e morre

Picture of R7

R7

Adolescente teve mal súbito após roubar moto na zona norte de São Paulo - Reprodução

Adolescente de 17 anos rouba moto de idoso, passa mal em fuga e morre

Polícia trabalha com possibilidade de mal súbito; um suspeito conseguiu fugir com veículo roubado

Compartilhe:

Um adolescente de 17 anos morreu na terça-feira (7) depois de participar de um roubo de uma moto e passar mal na fuga. O caso aconteceu na Vila Medeiros, zona norte de São Paulo.

Uma câmera de segurança instalada no local mostra dois motociclistas, um de jaqueta preta e o outro de agasalho amarelo e preto, abordando a vítima, que estava em outra moto.

Após o assalto, o jovem identificado como Iury Gustavo da Silva Godoy sobe de volta na motocicleta usada pelos suspeitos, mas cai logo em seguida. De acordo com a Polícia Civil, a morte foi constatada ainda no local.

Os policiais trabalham com a possibilidade de um mal súbito, já que não havia nenhuma marca de violência ou disparo de arma de fogo no rapaz.

Em entrevista à Record, a vítima, que é um idoso, contou que os suspeitos apontaram um simulacro de arma de fogo por dentro do visor do seu capacete, obrigando-o a parar a moto. Ele relatou que o suspeito que estava dirigindo chegou a perguntar se ele era policial.

O rapaz de agasalho amarelo e preto sobe no veículo da vítima e foge. O segundo suspeito, de agasalho preto, volta para a sua moto e tenta fugir, mas cai.

A polícia apreendeu a arma e o veículo usado no assalto, que estava registrado no nome do avô de Iury. A moto roubada, e o segundo suspeito, ainda não foram localizados.

Além do veículo, foram roubados um aparelho celular, um capacete e uma pulseira de prata.

O caso foi registrado no 73º Distrito Policial do Jaçanã.

Relatos de vizinhos

Vizinhos presenciaram o adolescente caído no chão e afirmaram que o bairro não tem histórico de roubos.

Maria, que é aposentada e mora no bairro há 41 anos, afirma que esse tipo de ocorrência nunca havia acontecido e que, ao perguntar a idade do jovem para os parentes que foram até o local, se surpreendeu.

A dona de casa Eliene testemunhou o jovem já morto no chão. Mãe de nove filhos, ela diz sentir a dor da perda, pois passou mal o dia todo e precisou ser medicada.

A dona de casa afirma que, devido à alta criminalidade de São Paulo, vai deixar o estado.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp