A Taça Libertadores da América

Na América do Sul, as partidas oficiais entre clubes de diferentes países nasceram no ano 1900, quando Francis Chevallier Boutell assumiu a presidência da Associação Argentina de Futebol (AFA). Ele criou a Copa da Competição e doou o troféu a ser jogado entre os clubes de Buenos Aires, Rosário e Montevidéu que se inscreveram pra participar.

Essas foram as primeiras origens, da Taça Libertadores da América, oficialmente chamada Copa Conmebol Libertadores como um torneio internacional oficial anual de futebol organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol, e criado no ano 1960 sob o nome da American Champions Cup (em português: Copa dos Campeões da América) ou da American Champions Cup.

A Taça Libertadores da América, o torneio mais importante da América do Sul



A Taça Libertadores da América, é o torneio mais importante da América do Sul, e o segundo do mundo atrás da Liga dos Campeões da UEFA, por vários motivos (principalmente pela organização, o público, e a rentabilidade econômica). Na América do Sul é o torneio de futebol mais importante a nível de clubes. Ao longo da história do torneio, vinte e cinco (25) equipes de sete países venceram a competição.

A Sua rica história está saturada de muitos jogos lendários, jogadores emblemáticos e equipes excepcionais, desde a consagração histórica de Peñarol no ano 1960 contra outro adversário lendário Olímpia, passando por Coutinho e Pelé encantados pelo mundo com o futebol mágico do Santos, os vinte (20) jogos que ele teve que enfrentar o Racing Club pra se tornar o campeão, até alcançar o improvável sucesso dos Estudiantes de La Plata no final da década de 1960, e o Club Atlético Independiente conquistou a glória da melhor maneira possível.

Nos primeiros anos, Peñarol foi o time dominante no clube de futebol sul-americano, conseguindo chegar à final pelo terceiro ano consecutivo no ano 1962, quando enfrentou o campeão brasileiro Santos. Naquela época, o Santos tinha entre as suas fileiras o astro do futebol brasileiro Pelé.

Esse ano 1962 foi o ano em que começaram os tempos de maior sucesso de Santos. A equipe foi semeada no grupo 1, juntamente com o Cerro Porteño e o Deportivo Municipal, vencendo todos os jogos do seu grupo. O Santos derrotou à Universidad Católica nas semifinais e conheceu o campeão Peñarol. Na final, Pelé marcou um duplo na partida decisiva pra alcançar o primeiro título de um clube brasileiro.

Hoje em dia no Brasil e no mundo inteiro, existem muitas plataformas online que oferecem aos fãs deste torneio de jogadores uma opção pra desfruitar da emoção destes jogos dos campeonatos de futebol e fazer ao mesmo tempo, as suas apostas através dos chamados código bônus de boas-vindas aos seus clientes, além de oferecer produtos similares, como os jogos de cassino, o bingo e o pôquer, entre outros jogos.

A história deste torneio chamado a Taça Libertadores da América, foram os confrontos pela Copa Aldao entre os clubes campeões da Argentina e do Uruguai, acenderam a ideia de organizar uma competição continental na década de 1930. Mais tarde, no ano 1948 foi disputado um torneio que era o antecedente mais concreto: o Campeonato Sul-Americano de Campeões, organizado pelo Colo-Colo do Chile e a sua sede era a cidade de Santiago e foi disputada pelos campeões de cada país da temporada anterior, vencida pelo Vasco da Gama do Brasil.

No ano 1965, o torneio adotou o nome “Libertadores” em homenagem aos líderes das guerras

de independência da América do Sul e do Brasil. É um dos torneios de maior prestígio no mundo e a competição de maior prestígio no nível de clubes de futebol na América do Sul e no continente.

O torneio teve diferentes formatos desde o seu início

No início, participavam apenas os campeões das ligas sul-americanas, mais tarde, no ano 1966, os vice-campeões das ligas sul-americanas começaram a participar e no ano 1998, as seleções mexicanas foram convidadas a competir e participaram regularmente até o ano 2016, porém, no ano 2017 desistiram do torneio por não se adaptarem ao novo calendário aprovado pra os anos seguintes.

No final do ano 2016, o campeonato mudou de nome e passou a se chamar Copa Conmebol Libertadores e Copa Conmebol Libertadores Bridgestone por motivos de patrocínio comercial. A mudança também foi de imagem, e desde aquela edição a taça também lançou um logotipo renovado.

Finalmente, no ano 2000, o torneio aumentou as suas cotas de vinte (20) pra trinta e dois (32) as equipes classificadas nas ligas nacionais. Pelo menos quatro clubes por país competem no torneio, enquanto Argentina e Brasil tem os clubes com mais jogadores. Tradicionalmente, a fase de grupos sempre foi usada, mas o número de equipes por grupo tem variado várias vezes. Atualmente, desde a edição do ano 2017 do torneio, quarenta e sete (47) clubes participaram e é realizado anualmente de janeiro a novembro.

O primeiro clube a vencer este torneio da Taça Libertadores da América, foi o Peñarol, do Uruguai, e o clube com mais títulos é o Independiente, da Argentina, com sete vitórias. O campeão no ano 2017 foi o Grêmio do Brasil, que venceu o Lanús da Argentina nas duas finais, por 1 a 0 na cidade do Porto Alegre e 2-1 na cidade de Lanús, conquistando o seu terceiro título nesta competição.