Thiago Muniz apresenta projeto para anular intervenção do IMPRO

De acordo com o parlamentar, a decisão do prefeito foi abrupta, ditatorial e irresponsável

Thiago Muniz apresenta projeto para barrar intervenção do IMPRO

O vereador Thiago Muniz (PDT) apresentou nesta quarta-feira (24) na Câmara Municipal de Rondonópolis, projeto de decreto legislativo para revogar o decreto nº 8.575 de 15 de maio de 2018, suspendendo a intervenção do prefeito Zé do Pátio (SD) junto ao Instituto Municipal de Previdência dos Servidores de Rondonópolis – IMPRO.  

De acordo com o parlamentar, a decisão do prefeito foi abrupta, ditatorial e irresponsável.   

Para ele, Zé do Pátio devia ao menos ter dialogado com a Câmara Municipal, servidores e outros setores, e não entrar `chutando a porta´ como ele realizou no IMPRO.  

“A câmara não pode aceitar isso. Simplesmente ele não conversou com ninguém sobre o tema. A decisão é unilateral e sem explicação.  Vale lembrar, que as supostas investigações existentes no Instituto não se tratam do atual diretor Roberto Carlos. Portanto a justificativa do prefeito é nula”, disse.  

Para o parlamentar as decisões no IMPRO devem ser realizadas de forma democrática, com os servidores decidindo o futuro do Instituto.  

Thiago Muniz ressaltou que o IMPRO, quando o atual diretor Roberto Carlos tomou posse, tinha como patrimônio R$ 119.000,00 e atualmente está com R$ 220.000,00 aplicados no mercado financeiro.  

Atualmente, o diretor do Instituto Roberto Carlos está com 87 % aprovação entre os servidores e provavelmente venceria uma próxima eleição.