Sefaz, TCE e secretários municipais de finanças debaterão deformação do federalismo brasileiro

O espírito constitucional federalista foi deformado desde a promulgação da Constituição Federal em 1988? Será em busca de respostas para esse questionamento que o secretário de Fazenda de Mato Grosso, Rogério Gallo, e o vice-presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso, conselheiro interino Luiz Henrique Lima, farão palestras nesta sexta-feira (8/6), a partir de 14h, no auditório da Escola Superior de Contas.
As palestras fazem parte da programação do Fórum Técnico Permanente de Administradores Tributários e Financeiros do Estado de Mato Grosso. O evento está sendo organizado pela Secretaria Estadual de Fazenda, com apoio logístico do TCE. O seminário será transmitido pela página www.tce.mt.gov.br, pelo canal do YouTube TCE Mato Grosso e pelo rede social Facebook.
A intenção da Sefaz é reunir os secretários de finanças dos municípios de Mato Grosso para, ao final do evento (abertura ás 13h30 e encerramento às 17h30), celebrar a formação do Fórum Permanente. Rogério Gallo discorrerá sobre o tema “Lei Kandir e o Federalismo Cooperativo”.
Já Luiz Henrique falará sobre o tema “O federalismo traído nos 30 anos da Constituição da República”. Em linhas gerais, será debatido o compartilhamento de competências entre a União, os Estados e os Municípios e, na contramão, o centralismo dos recursos no Governo Federal.
Também fará palestra durante o evento o secretário de Finanças de Campo Novo do Parecis, Jaime Luis Ott, que falará sobre “Desafios para as finanças municipais frente ao cenário atual e a integração fiscal nas três esferas do governo”.