Policiais salvam criança de afogamento em MT

0
Mãe agradece policiais por terem salvo filha de afogamento em MT

Na última sexta-feira (11) policiais militares do 25º Batalhão de Várzea Grande, realizaram ação de socorro a uma criança que havia se afogado. Cinco policiais atenderam o chamado do pai da pequena Estér Vitória, de um ano e três meses, que recebeu os primeiros atendimentos no tapete do carro na calçada da casa.

A mãe da criança, Jaqueline Amaral Medeiros, conta que estava preparando o jantar quando a filha caiu na piscina. Ela não viu o acidente, mas acredita que o portão que separa a piscina da outra parte da casa não foi travado devidamente e Ester conseguiu passar.

“Meu marido a encontrou boiando, inchada e roxa. Fiquei paralisada, o desespero tomou conta de mim, e ele saiu no carro com ela para o hospital”, relata. No caminhou, continua a mãe, ele pediu ajuda aos policiais que estavam em uma viatura na pracinha perto de casa. “Foi por Deus que estavam ali”, disse.

Uma segunda viatura, com a tenente Karen, chegou no local segundos depois. Já com a menina dentro da viatura a tenente seguiu fazendo massagem cardíaca até o hospital. Ester voltou a respirar depois de eliminar grande quantidade de água pela boca, porém em seguida perdeu a consciência novamente. A tenente relata que durante o trajeto até a UPA a menina acordou e desmaiou várias vezes antes de estabilizar o pulso.

Jaqueline diz que tem certeza que o conhecimento e a rapidez da ação dos policiais foram fundamentais no socorro. “Não dava tempo de esperar pelo Samu. Os policiais ligaram a sirene, as luzes e saíram abrindo caminho no trânsito. Devo a vida da minha filha primeiramente a Deus e depois aos policiais, serei eternamente agradecida as eles”, disse.

De acordo com Jaqueline, 11 de maio será celebrado como a data do renascimento de Ester, um novo aniversário dela. “Minha filha está bem, sem qualquer sequela”, repete Jaqueline.

No final da manhã desta segunda-feira(14.05), os policiais fizeram uma visita a pequena Ester e ouviram os agradecimentos da família. Para a tenente Karen, a maior recompensa é ver a menina bem, saudável. “Na hora tudo o que eu conseguia pensar era em salvar, salvar a vida daquela criança. Saber que ela está bem é nossa melhor recompensa”, disse a tenente depois da visita.