Polícia Militar tem novos subchefe de Estado Maior e diretor de Gestão de Pessoas

SD Elias/PMMT

O coronel Delwison Sebastião Maia da Cruz, de 45 anos, é o novo subchefe de Estado Maior Geral da Polícia Militar de Mato Grosso, o terceiro cargo na hierarquia do comando da instituição.

Cruz assumiu a função no final da tarde desta quarta-feira(09.05), em solenidade presidida pelo comandante-geral, coronel Marcos Vieira da Cunha, no Quartel do Comando-Geral (QCG). Ele substituiu o também coronel PM Henrique Correia da Silva Santos.

Em solenidade prestigiada por autoridades militares e civis, entre as quais o secretário de Segurança Pública, Gustavo Garcia, o coronel Cunha destacou a dedicação, lealdade e o empenho do coronel sucedido, Henrique, nos sete meses em que esteve à frente da Subchefia. Henrique, por sua vez, agradeceu ao comandante pela oportunidade de exercer a função e a confiança nele depositada.

Cruz deixou o comando do 6º Comando Regional, com sede em Cáceres, para ocupar a nova função. Com 25 anos de carreira na PMMT, o novo subchefe de Estado Maior acumula conhecimento e experiências profissionais nas mais diversas áreas administrativas e operacionais. Entre as funções que ocupou estão, por exemplo, o Comando do Batalhão de Trânsito, do 10º BPM, do Regimento Montado(Cavalaria) e também a chefia de operações do Gefron(Grupo Especial de Fronteiras).

Gestão de Pessoas   

Em ato presidido pelo comandante-geral adjunto, coronel Alexander Torres Maia, foi oficializado o nome do coronel Victor Paulo Fortes Pereira, de 40 anos, na Diretoria de Gestão de Pessos (DGP) da maior instituição do sistema de Segurança Pública do Estado. A PMMT tem quase 8 mil policiais na ativa e outros milhares aposentados e na reserva remunerada.

O coronel Fortes deixou a chefia de Gabinete do Comandante-Geral para suceder o também coronel Alexandre Correa Mendes na DGP. Com 23 anos de carreira, além da formação militar, como CFO, especializações e extensões em Segurança Pública, Victor Fortes é graduado em Direito e fez cursos de Direitos Humanos, Gestão da Informação, entre outros.

O coronel Maia elogiou o diretor sucedido, cel Mendes, pelo comprometimento, organização e dedicação enquanto dirigiu a Gestão de Pessoas, setor tão relevante da PM. “Mendes, estamos agradecidos pelo seu trabalho”, observou Maia.

Mendes, por sua vez, lembrou que ser diretor da DGP não é uma atividade fim da PM, ou seja, não está diretamente no exercício da segurança pública, porém é uma função fundamental à defesa e atendimento dos anseios dos policiais. “Aprendi muito e estou grato ao comando e a equipe DGP”, completou Mendes.