Pastor é preso suspeito de estuprar criança de 3 anos durante culto em MT

Foto divulgada pela polícia mostra pastor preso por estupro segurando a bíblia embaixo do braço (Foto: Polícia Civil de MT/Assessoria)

Um pastor evangélico foi preso suspeito de ter estuprado uma criança de 3 anos durante um culto em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, o pastor, de 61 anos, era investigado pelo crime que foi cometido em novembro de 2017.

Os policiais não divulgaram se o pastor confessou ou não o crime. O nome dele também não foi divulgado.

A prisão ocorreu na tarde de terça-feira (29) e foi divulgada nesta quarta-feira (30). De acordo com a polícia, ele foi preso pelo crime de estupro de vulnerável.

Na época dos fatos, a menina participava de culto dentro da igreja, em um momento de oração, quando se aproximou do pastor enquanto brincava no local.

O suspeito teria agredido sexualmente a menina ao tocar nas partes íntimas dela. O fato foi comprovado em um exame médico que apontou resquícios de violência sexual. Ele teria ainda empurrado a criança após esse abuso.

Naquela ocasião, alguns fiéis da comunidade evangélica teriam tentado convencer familiares para que não denunciassem o fato. A mãe relatou à polícia ter ficado confusa com a reação da comunidade, sem saber o que fazer.

Ela levou a menina até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) depois que a criança reclamou de dores nas partes íntimas. Na consulta clínica houve a constatação da violência sexual e acionamento do Conselho Tutelar, que encaminhou a denúncia à Polícia Civil.

O inquérito policial deve ser finalizado nos próximos dias. Entretanto, para a polícia, já existem informações suficientes que sustentaram o pedido de prisão preventiva, que foi decretado pela Justiça.

A menina é atendida pelo Conselho Tutelar e passa por acompanhamento psicológico. O suspeito foi encaminhado para uma unidade prisional, onde permanece a disposição da Justiça.