Musa do Egito quer ser a queridinha da Copa do Mundo: “adoro causar!”

Jorge Ribeiro / M2 Mídia

Classificando-se no último minuto, a seleção do Egito volta a Copa do Mundo 28 anos após sua última participação no torneio e já é candidata a queridinha da Copa. Isso porque seu principal jogador, o atacante Mohamed Salah, vem literalmente ‘causando’ no futebol europeu com ótimas atuações pelo Liverpool, seu clube atual.

E não é só Salah que gosta de causar. Carol Gomes, representante do Egito no concurso Musa da Copa do Mundo 2018, também vem mexendo com a cabeça dos homens, só que fora de campo.

“Sou 8 ou 80, sou bem decidida e tenho temperamento forte. Gosto de festas, de badalação, holofotes, enfim: adoro causar! Nunca fui de me preocupar com o que os outros diziam. Quando pequena, sofri muito bullying por ser magra e isso nunca me afetou. Hoje estou muito feliz com meu corpo e só recebo elogios. Já o pessoal que tirava sarro de mim não pode dizer o mesmo”, brinca a modelo.

A mineira é promotora de eventos, tem 30 anos e já é casada, mas isso não impede o assédio e as cantadas que recebe por onde passa.

“As cantadas aumentam minha autoestima, então sempre encarei como um elogio. Muita gente pensa que participar de um concurso de beleza vai atrapalhar meu casamento, mas na verdade meu marido sempre me acompanha e me apoia em todas minhas decisões. Estou supertranquila quanto a isso”, respondeu.

Sobre a escolha do Egito, a beldade conta sobre seu fascínio pela cultura egípcia. “Me lembro que na escola já era fascinada pela cultura egípcia, as pirâmides, esculturas e arte. Tudo era muito misterioso, instigante. Me identifico com essas características, então minha escolha teve muito a ver com isso”, conta.