Exportação de café tem melhor janeiro da história

As vendas externas do produto alcançaram 3,28 milhões de sacas, o melhor resultado para o mês

Exportação de café tem melhor janeiro da história
Produção de café. Volume vendido foi 20,8% maior que o registrado em janeiro de 2018 - Foto: Marcos Giesteira/CNA

O ano começou com recorde na exportação de café. Dados do Conselho dos Exportadores (Cecafé) mostram que janeiro alcançou 3,28 milhões de sacas e obteve o melhor resultado para o mês. Os números são referentes ao produto verde, solúvel, torrado e moído.

Segundo a entidade, o volume vendido foi 20,8% maior que o registrado no mesmo mês em 2018, quando as exportações bateram em 2,72 milhões de sacas. Com esse desempenho, as receitas chegaram a US$ 439 milhões.

Entre os tipos de café, o arábica representou 88,5% do total, com 2,9 milhões de sacas e aumento de 15,5% frente a janeiro de 2018. Já o solúvel, ficou com 7,2% do total vendido, com 237 mil sacas e crescimento de 27,7%.

O conilon (robusta), que representa 4,2% do embarcado, foi o que mais cresceu no período. As exportações do produto chegaram a 138,5 mil sacas, com incremento de 986% frente a janeiro de 2018.

Expectativas

“Esse resultado é reflexo de uma boa safra e da qualidade e competência da cadeia produtiva brasileira. Nossa expectativa é que o desempenho das exportações continuará positivo durante o restante do ano cafeeiro, atendendo com excelência os importadores e, principalmente, os consumidores finais”, afirmou o presidente da Cecafé, Nelson Carvalhaes.