‘Escolinha de Futebol Rotam’ começa atividades com 60 crianças e adolescentes

PMMT

Lançada oficialmente nesta terça-feira (06.11) em Cuiabá, a ‘Escolinha de Futebol Rotam’ começa as atividades com 60 crianças e adolescentes matriculados. São estudantes com idade entre 7 e 15 anos, a maioria deles moradores do bairro Parque Georgia e comunidades vizinhas da região do Coxipó.

Na solenidade, os pequenos atletas desfilaram para autoridades da Segurança Pública, pais, familiares e apoiadores apresentando o uniforme.

O secretário de Segurança, delegado Gustavo Garcia, encantou-se e não poupou elogios. “Estão de parabéns a Polícia Militar, em especial vocês do Batalhão Rotam pela iniciativa, e os pais por acreditarem no projeto”, destacou.

Para Garcia, além de fazer bem a saúde física e mental, a prática esportiva é uma ferramenta importante para combater a evasão escolar e, principalmente, prevenir a criminalidade. A exigência da freqüência escolar e de boas notas para permanecer no projeto também foi enaltecida pelo secretário.

O comandante geral da PMMT, coronel Marcos Vieira da Cunha, lembrou que é nas faixas etárias atendidas pelo projeto que as crianças e adolescentes estão mais vulneráveis, portanto, precisam de maior atenção e cuidado para não se envolver com a criminalidade. É isso, frisou Cunha, que a Polícia Militar de Mato Grosso está fazendo com esse e tantos outros projetos sociais.

Cunha agradeceu aos pais por confiarem seus filhos a PMMT. Ao comandante da Rotam, tenente-coronel Cleverson Leite, e as policiais que estão à frente da ‘Escolinha de Futebol’, além de parabenizá-los o coronel Cunha, em tom informal, pediu que se preparem porque a procura por vagas será grande.

O presidente do Grêmio Rotam, sargento Juliel Padilha Queiroz, disse que o maior objetivo da ‘Escolinha’ é educar, instruir e cuidar das crianças e adolescentes. E, em especial dar oportunidades para que Mato Grosso possa revelar talentos no futebol profissional.

Padilha lembrou que o Grêmio Rotam existe há seis anos e já mantém o projeto ‘Jiu Jitsu Rotam’, com mais de 150 crianças e adolescentes. As ações de ambos são desenvolvidas em parceria pelo Batalhão(PMMT), Grêmio e apoiadores externos, como o Sicredi.

Mãe do pequeno Guilherme, 8 anos, Nelcilia Aparecida Gonçalves Silva se diz feliz pela oportunidade de inscrever o filho na escolinha.

Além de manter o filho ocupado com atividades que fazem bem à saúde e o motiva na escola, Nelcilia contou que nas poucas semanas de participação Guilherme já aprendeu muito, começando pela responsabilidade de cuidar dos objetos de uso pessoal, como o uniforme, o compromisso com os estudos e a pontualidade.

A ‘Escolinha’ funciona no Parque Georgia, região do Coxipó, em Cuiabá, com aulas as terças e quintas-feiras, das 15h às 18h. Vai oferecer aulas teóricas e práticas da modalidade de futebol com treinos físico, técnico e tático.