Deflagrada operação contra criminosos que agiam em explosões de agências bancárias em MT

Força-tarefa deflagra operação contra criminosos que agiam em explosões de agências bancárias
Foto: Brígida Mota//TVCA

Uma força- tarefa deflagrou a operação Crepitus 2, contra criminosos que agiam em explosões bancárias em Mato Grosso.

Na operação foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão.

Os mandados foram exarados pela 8ª Vara Criminal de Cuiabá.

As prisões de Edilson Pedroso da Silva e Cleber Silva de Oliveira, ambos monitorados por tornozeleira eletrônica, foram cumpridas nos bairros Umuarama e Altos da Serra, na Capital.

Os suspeitos serão interrogados e apresentados em audiência de custódia.

As medidas judiciais foram representadas com o avançar das investigações sobre tentativa de furto a uma agência bancária em 04 de outubro deste ano.

Na ocasião os criminosos explodiram os terminais de auto-atendimento do Banco Bradesco, no bairro CPA II na Capital.

A operação recebeu o nome de Crepitus 2 (que significa choque em latim), por investigar associação criminosa que age com método explosivo.

Durante a deflagração da Crepitus 1 foram investigados criminosos envolvidos na explosão do muro de um presídio na Capital (Saiba mais).

No entanto, apesar da similaridade nas ações, a princípio não existe vínculo entre os investigados nas duas fases.

Polícia Judiciária Civil, por meio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) Polícia Federal, Polícia Militar,  Polícia Rodoviária Federal e Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), estiveram presentes na força-tarefa.