Conab mostra uso de geotecnologia de safras em simpósio de sensoriamento remoto

unidade tecnológica do pró-leite é implantada em campo verde

A experiência da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) na utilização de dados de satélites para apoio no monitoramento e estimativa das safras agrícolas vai ser mostrada no XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, que será realizado em Santos/SP, na segunda-feira (29), pela manhã.

O técnico da Superintendência de Informação do Agronegócio da Conab, Divino Figueiredo, vai apresentar um resumo das metodologias e fontes de dados utilizados pela Companhia no monitoramento agrícola e nas estimativas de safra com uso de imagens. Esta técnica vem sendo aplicada mensalmente nos levantamentos das safras de grãos, café e cana-de-açúcar.

O simpósio possibilita a troca de conhecimentos técnicos entre os países participantes, além de levar ao público o trabalho feito pela empresa nesta área. Sobre o tema, farão exposição também especialistas da Argentina, Estados Unidos e outros técnicos brasileiros.

Ainda ligado ao tema, uma nova iniciativa vem sendo tomada pela Conab há algum tempo. Está em andamento uma versão brasileira do sistema de monitoramento agrícola global, implementada de forma gratuita pela Universidade de Maryland, dos Estados Unidos. O novo sistema que está em teste, não tem ainda um prazo definido para conclusão.