Acusados de atuar em tentativa de latrocínio são presos em MT

Acusados de atuar em tentativa de latrocínio são presos em MT
Agência Brasil/Ilustrativa

Pablo da Silva Rezende e Oilton Couto Almeida, conhecido como “Jojo” tiveram prisões preventivas cumpridas pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá, nesta quinta-feira (14).

Eles são acusados pelos crimes de latrocínio tentado e corrupção de menores.

De acordo com a polícia, Pablo da Silva Rezende, teve o mandado cumprido dentro do presídio, onde estava preso por outro crime.

Já Oilton Couto Almeida, conhecido como “Jojo”,foi localizado no bairro Jardim das Esmeraldas em Várzea grande.

Os suspeitos foram indiciados no inquérito policial da Derf Cuiabá por latrocínio tentado, associação criminosa e corrupção de menores.

Eles foram identificados como autores do roubo à residência no bairro Jardim Independência, no mês de outubro de 2017. Na ocasião, a vítima L.G.S., 24 anos, foi rendida por três indivíduos armados.

No assalto, a vítima foi agredida com uma arma branca na região da axila.

Após o roubo os criminosos fugiram levando o veículo Peugeot de cor branca da vítima e diversos produtos eletrônicos.

Na época dos fatos, todos os envolvidos foram identificados, sendo quatro homens e um adolescente.

Dos quatro maiores de idade, dois foram presos no dia 14 de dezembro de 2017, sendo eles: Caio Alexandre da Silva e Luis Gustavo de Oliveira Macedo.

O trabalho de continuidade na prisão da associação criminosa foi realizado pelos policiais civis da Derf Cuiabá,coordenados pelos delegados Gustavo Colognesi Belão e o delegado titular Fabiano Pitoscia.